Insulina, Gatos e Darth Vader

Insulina, Gatos e Darth Vader

Cada um na sua, mas com alguma coisa em comum

Se você não assistiu Star Wars, pare de ler AGORA e vá assistir. É obrigatório que você tenha visto os seis filmes para entender este post (e para ser uma pessoa completa). Além disso, recomendo que você leia a parte 1 e a parte 2 da série “Insulina: a raiz de todo o mal”, publicados neste blog.

Nesses dois posts, eu falo sobre o mecanismo que faz nosso corpo engordar: o princípio é bem simples, excesso de açúcar no sangue faz mal pra você. Toda vez que o nível de açúcar no sangue se eleva, a insulina começa a agir para reduzi-lo. Para tanto, ela ativa enzimas que trabalham nas células, bloqueando a liberação e queima de gordura para que o corpo possa queimar praticamente toda a glicose do sangue, ou transformá-la em gordura e armazená-la para uso futuro.

Quando os níveis de glicose baixam, o corpo começa a eliminar a insulina, mas isto leva um tempo. Durante este tempo, sentimos fome, pois a gordura que deveria nos alimentar durante as refeições parou de circular no sangue devido à ação da insulina e falta alimento pra nossas células. E por isto, comemos mais. Se comermos carboidratos, a insulina volta a agir e o ciclo vicioso de repete. No fim, engordamos. E engordamos não por comermos demais, mas comemos demais porque estamos engordando devido a esta ação da insulina.

À primeira vista é óbvio que o vilão é a insulina (e eu intencionalmente escrevi os posts para darem esta impressão). No entanto, se você lembra bem do enredo de Star Wars, você vai lembrar que existia uma profecia de que um dia “O Escolhido” iria nascer para trazer equilíbrio à Força. Para trazer este equilíbrio, no entanto, Anakin Skywalker (O Escolhido) eventualmente teve de matar praticamente todos os Jedi da galáxia, afinal naquele tempo existia muito mais Jedi do que Sith (e por isto havia um desequilíbrio na Força: o lado da luz era muito mais forte do que o lado negro). Neste processo, Anakin sucumbe ao lado negro da força, vira Sith, torna-se Darth Vader e vira o “vilão da história” até se redimir matando o Emperador Palpatine (também conhecido como Darth Sidious) e salvando seu filho Luke, o fundador da Nova Ordem Jedi.

Sendo assim, podemos dizer que a insulina é o Darth Vader de nossa história: sua principal função é restaurar o equilíbrio em nosso corpo. Para conseguir, ela precisa “destruir” os carboidratos ou “aprisioná-los” (transformando-os em gordura e os armazenando), mesmo que para isto, ela acabe nos engordando no processo.

Voltando ao assunto original, não podemos dizer pura e simplesmente que a insulina causa a obesidade; e, sim, que o excesso de carboidratos causa a reação da insulina, que nos faz engordar. No entanto, nossa primeira reação